A Villares > Usina de Sorocaba
Usina Sorocaba (SP)

Datas principais:

  • Fundada em 30 de abril de 1937 por Luiz Pinto Thomaz através de uma pequena fábrica de ferramentas agrícolas que funcionou por alguns anos na Rua XV de Novembro, hoje centro nobre da cidade. Chamava-se Metalúrgica Nossa Senhora Aparecida.
  • No início da década de 1940, Luiz Pinto Thomaz adquiriu uma área de 240 mil metros quadrados fora da cidade(onde a empresa se encontra atualmente), e transferiu a fábrica de ferramentas agrícolas.
  • Ainda na década de 1940, expandiu a empresa instalando o primeiro forno de produzir aço e também os dois primeiros trens laminadores, estes, em franca operação até os dias de hoje. Nos anos seguintes foram instalados mais dois fornos de produzir aço.
  • A grande expansão veio a ocorrer em 1974 com a inauguração simultânea do 4º forno de produzir aço com capacidade para 25 toneladas, do trem laminador  nº quatro (automático) e do conjunto de fornos para tratamento térmico, o Brasimet. O governador do Estado de São Paulo da época, Sr. Laudo Natel,  participou da inauguração. A partir desse data a empresa  passou para Siderúrgica Nossa Senhora Aparecida.
  • Outro avanço ocorreu em 1982 com a inauguração do trem nº 05 , um desbastador  para lingotes de até uma tonelada.
  • Dentro da escalada de crescimento, a Nossa Senhora Aparecida adquiriu a Trefil e a Citral na cidade de Diadema .

Em 1996 a parte da alta liga com linhas de fabricação em Sorocaba e Sumaré passa a denominar-se Villares Metals S.A. Nesse mesmo ano foi implantada  em Sorocaba a importante área de célula de Retífica Aço Válvula.

Evolução da Usina:

 

  • Em 30 de junho de 1988 o Grupo Villares adquiriu o controle acionário da Siderúrgica Nossa Senhora Aparecida cuja razão social passou para Aços (Ipanema) Villares S. A. Tempos depois passou para a razão social de Aços Villares S.A.
  • Em 1994, em virtude do crescimento da cidade, fato que deixou a empresa circundada por grandes bairros residenciais e estabelecimentos comerciais, teve que desativar a sua Aciaria.

 

 

  • Com a desativação da Aciaria, a Villares Sorocaba se tornou uma unidade acabadora cujos materiais processados vêm  das outras unidades do grupo.
  • Em agosto de 2000 o controle acionário da Villares foi adquirido pelo grupo espanhol Sidenor;
  • Em novembro de 2003 as atividades realizadas no Trem Desbastador nº 5 foram transferidas para a Unidade de Sumaré.
  • Em março de 2004 o grupo Sidenor  vende o controle acionário da Villares Metals, envolvendo a Unidade de Sumaré e a parte deste segmento em Sorocaba, para o grupo Austríaco Bhöler.
  • Em 2005 foram inauguradas as linhas mecanizadas de acabamento de perfís especiais, com vários equipamentos construídos especialmente para essa finalidade.

 

PRODUTOS PRINCIPAIS

 

  • Aços Villares (Construção Mecânica: aços para auto-peças)
  • Barras laminadas a quente em forma de perfís especiais sob medida.
  • Trefilação a frio de arames especiais (Temperados e Trefilados).

 

Capacidade instalada:

  • Laminados.......  2.700  t / mês.
  • Trefilados..........    500  t / mês.

 

178 empregados ( base: julio/06).

Villares Metals ainda opera algumas linhas na planta ( Alta Liga : aços para ferramentas, válvulas, etc.)

  • Laminação a quente de barras e bobinas.
  • Retífica de barras para a produção de válvulas de motores.
  • Tratamento térmico de barras e bobinas.

 

Observação:

O terreno da Rua XV de novembro foi doado à Prefeitura de Sorocaba pelo Sr. Luiz Pinto Thomaz para a construção de uma escola municipal. Na década de 1990 foi edificada a Escola Municipal de ensino fundamental e médio Leonor Pinto Thomaz em homenagem à mãe do fundador da empresa. Atualmente é uma das mais concorridas escolas da cidade, oferecendo ensino gratuito a centenas de jovens e crianças de Sorocaba.

 

SOROCABA
Rua Padre Madureira nº 431

18013-210 - Sorocaba - SP

Telefone: (15) 4009- 9301